Projeto Linha Mestra promove exposições de arte têxtil em São Paulo – Blog da Costura

[ad_1]

Se você quer Ganhar Dinheiro com Costura, clique aqui e veja a história da Solange Pereira!

O Projeto Linha Mestra está promovendo exposições de arte têxtil nas zonas Sul e Leste da cidade de São Paulo. A iniciativa destaca obras de mulheres que moram em comunidades periféricas da cidade, assim como de coletivos, como o grupo indígena Mulheres Guarani Mbya, Teia de Aranha e Cooperativa Libertas. As exposições já aconteceram em Sapobemba e estão previstas para acontecerem em Parelheiros.

O projeto tem o objetivo de capacitar as mulheres periféricas em artes têxteis, visando a geração de renda. Os resultados das oficinas realizadas ao longo do ano em Parelheiros e Sapobemba estão sendo apresentados, incluindo trabalhos de artistas convidadas. Além das exposições, também estão sendo oferecidas oficinas gratuitas e rodas de conversa, para enriquecer a experiência do público.

O Linha Mestra foi criado pela empresa social Mina Cultural e é realizado por meio do Programa Municipal de Apoio a Projetos Culturais (Promac) da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, em parceria com a Secretaria de Educação e conta com o patrocínio da empresa Meta. O projeto envolve 150 mulheres residentes em comunidades, proporcionando capacitação para a produção de objetos e vestimentas com valor artístico.

As exposições também incluem atividades abertas ao público, como vivências, oficinas de dança, bolsas, crochê, alimentação saudável, corte e costura. Este projeto contribui para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, sendo diretamente relacionado ao ODS 5 – Igualdade de Gênero, promovendo a capacitação e inclusão de mulheres.

Com essa iniciativa, as mulheres das comunidades periféricas têm a oportunidade de mostrar seu talento e gerar renda por meio das artes têxteis. Além disso, o projeto promove a valorização da cultura e das tradições dessas comunidades, contribuindo para a inclusão social e o empoderamento das mulheres. São ações como essas que fortalecem a cultura e a arte, promovendo a igualdade de gênero e o desenvolvimento sustentável.

[ad_2]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *