Professora de corte e costura mantém ‘escola’ no Jardim Shangrila com alunas de vários bairros de Umuarama – Blog da Costura

[ad_1]

Se você quer Ganhar Dinheiro com Costura, clique aqui e veja a história da Solange Pereira!

Em um bairro de Umuarama, a professora de corte e costura Geiza Barbosa dos Santos mantém uma escola em sua própria residência, onde leciona há mais de 20 anos. Sua escola recebe alunas de vários bairros da cidade, com idades que variam de 15 a 70 anos, e conta com cerca de 30 alunas divididas em seis turmas. Geiza decidiu empreender no ramo da costura após o incentivo de amigas, e seu ateliê equipado proporciona aulas produtivas de corte, costura e técnicas necessárias para se tornar uma boa profissional na área. A professor também enfatiza a importância de se aprimorar na arte da costura para formar novas costureiras, e destaca que a costura é uma habilidade artesanal valiosa que exige criatividade e paciência, sendo uma das opções mais concorridas no empreendedorismo feminino. Além disso, as alunas valorizam não apenas o aprendizado, mas também a socialização e interação proporcionadas pelas aulas, e algumas delas já estão empreendendo na área da costura. A atuação de Geiza também está ligada à promoção da sustentabilidade, incentivando o consumo consciente e a valorização de peças duradouras, em contraponto à moda descartável que causa sérios impactos nos ecossistemas. A indústria da moda é responsável por uma grande quantidade de emissões de carbono e poluição de água, e o consumo consciente é visto como uma saída para o problema. O movimento ainda é lento no Brasil, que é um dos maiores consumidores de moda do mundo.

[ad_2]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *