Orçamento de 2024 para Rio Claro avança com cautela e costura em gastos – Blog da Costura

[ad_1]

Se você quer Ganhar Dinheiro com Costura, clique aqui e veja a história da Solange Pereira!

A Câmara Municipal de Rio Claro aprovou em primeira discussão o projeto de Lei Orçamentária Anual para o ano de 2024. Este projeto prevê os gastos públicos estimados em quase R$ 1,5 bilhão para o próximo ano, e é o último ano do mandato do prefeito Gustavo Perissinotto.

Durante a discussão, os vereadores também aprovaram emendas modificativas que remanejaram os valores previstos no orçamento. Foram quase 30 emendas apresentadas, mas apenas 20 delas foram aprovadas pela Comissão de Orçamento e Finanças da Câmara.

O relator da Comissão, Geraldo Voluntário, explicou que a preocupação é mostrar que as emendas aprovadas têm respaldo jurídico e que é preciso ser consciente em relação aos gastos públicos. A transparência na aprovação das emendas é fundamental para garantir que os recursos sejam utilizados de forma correta.

O vereador Serginho Carnevale também destacou o trabalho de articulação das emendas e ressaltou a importância do papel do Legislativo em zelar pelo Orçamento. Ele mencionou que as emendas corrigiram distorções e garantiram investimentos em áreas como Segurança, Esportes, Desenvolvimento Social, Agricultura e Saúde.

Outro vereador, Hernani Leonhardt, informou que foi restabelecido um valor de R$ 1,8 milhão na Secretaria Municipal de Segurança e Defesa Civil, que havia tido o orçamento cortado e gerado polêmica com o vice-prefeito. Os vereadores Vagner Baungartner e Carol Gomes também destacaram o empenho na articulação das emendas.

No entanto, o vereador Val Demarchi fez críticas ao Poder Executivo em relação ao Orçamento de 2024. Ele expressou preocupação com o aumento de cerca de 30% em relação ao orçamento passado e alertou para um possível déficit de R$ 300 milhões.

O projeto de Lei Orçamentária Anual para 2024 será votado em segundo turno no dia 11 de dezembro.

Em resumo, os vereadores de Rio Claro avançaram na aprovação do Orçamento para 2024, articulando emendas que modificaram os valores previstos e garantiram investimentos em áreas importantes para o município. A Comissão de Orçamento e Finanças trabalhou para garantir que as emendas aprovadas tivessem respaldo jurídico e transparência nos gastos públicos. No entanto, houve críticas em relação ao aumento no orçamento e preocupações com um possível déficit. A votação em segundo turno do projeto está prevista para o dia 11 de dezembro.

[ad_2]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *