Linhas que entrelaçam as vidas de 20 novas costureiras – Blog da Costura

Se você quer Ganhar Dinheiro com Costura, clique aqui e veja a história da Solange Pereira!

Conheça a história inspiradora de 20 novas costureiras que entrelaçaram suas vidas através de um curso oferecido pelo programa “Qualifica nos Bairros”. Realizado em parceria entre o Ministério Público do Pará (MPPA) e a Obra Kolping, o projeto entregou certificados de conclusão para mais de 100 participantes em cursos de corte e costura, eletricidade e informática. Entre elas, estão indígenas da aldeia Itahy, que viram no curso uma oportunidade de desenvolvimento para seu povo. Com o conhecimento adquirido, agora estão prestes a abrir um ateliê de costura na comunidade. Além disso, o programa “Qualifica nos Bairros” também beneficiou outras alunas, como Juliane Rocha, que viu no curso a oportunidade de se profissionalizar e Eliete Leite, uma costureira experiente que teve a oportunidade de compartilhar seu conhecimento dando aulas pela primeira vez. O programa atendeu 130 alunos nos três cursos oferecidos, com o objetivo de melhorar as condições de vida da comunidade marabaense.

Saiba Mais:
1. https://cearamaquinas.com.br/?s=costureira
2. https://cearamaquinas.com.br/?s=maquinas%20de%20costura
3. https://cearamaquinas.com.br/?s=moda

Onde Ver Mais:
– Ministério Público do Pará (MPPA)
– Obra Kolping
– Blog da Costura
– Ceará Máquinas

Se você se interessa por costura, moda e fabricação de roupas, não deixe de conferir o Blog da Costura, um site repleto de artigos e vídeos para aprimorar suas habilidades e se inspirar em projetos incríveis. Visite o site e mergulhe no universo da costura!

No conto ‘Chuvas e Trovoadas’, Maria Lúcia Medeiros descreveu uma sala com uma caixinha de costura, uma mesa comprida e uma sala imensa, o que também descreve a sala de aula onde 20 mulheres aprenderam a arte da costura através do programa “Qualifica nos Bairros”. Com o apoio do Ministério Público do Pará e da Obra Kolping, mais de 100 pessoas estão recebendo certificados de conclusão de cursos de corte e costura, eletricidade e informática. Um ateliê de costura na aldeia Itahy, habitada pelo povo Aikewara Suruí, era um sonho que se tornou realidade graças à promotora de Justiça Agrária de Marabá, Alexssandra Muniz Mardegan, que encaminhou as indígenas para o curso. Raquel Oliveira Silva, uma das participantes, enfatizou a importância do curso para sua comunidade, agradecendo a todos que tornaram isso possível. O curso também foi uma oportunidade de desenvolvimento para o povo Aikewara Suruí, como enfatizado por Cláudio, diretor da escola na aldeia Itahy. Mulheres como Juliane Rocha viram o curso como uma oportunidade de aprender uma nova profissão e obter mais conhecimento na área. Eliete Leite, uma costureira experiente, compartilhou sua sabedoria com as novas colegas, enfatizando a importância do projeto “Qualifica nos Bairros” para a sociedade marabaense.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *